Vocês já devem ter ouvido falar do eyeballing (ato de gotejar vodka nos olhos). Agora as mulheres inventaram uma nova moda, a tampodka, igualmente bizarra: mergulhar um absorvente interno (tipo OB) num copo de bebida para acelerar a bebedeira e ficar sem bafo. O álcool contido no absorvente interno vai diretamente para a corrente sanguínea, sem ser metabolizado pelo fígado.

A prática começou nos EUA, em 2011, e já se espalhou para outros paises. De acordo com fontes médicas, esta é uma prática muito perigosa e o usuário pode até entrar em coma ou, no mínimo, ficar com sérias lesões e infecções na vagina.





Rapazes também estão usando o tal tampodka, aplicando os absorventes alcoólicos no ânus. Nos dois casos, o risco é grande.